principal |
histórico |
bispos |
organismos |
links |
conselhos |
padres |
vida consagrada |
padroeira |
mapa |
contatos |
Bispo Diocesano
Palavra do Pastor
Ação Evangelizadora
Plano Pastoral
Notícias da Igreja
Notícias da Diocese
Eventos da Diocese
Galeria de Imagens
Horário de Missas
Paróquias
Catedral
Seminário
Liturgia
Formação
Movimentos
Pastorais
Associações
Ministérios
MESC
Bíblia Sagrada
COSDIPA
Jornal Diocesano
Colunistas
Agenda
Publicações
Enquetes
Encontro de Fé
Semana Teológica
Ano Catequético
» Liturgia
 
14/03/2008 - Cantos para a Missa de Domingo de Ramos

MISSA DO DOMINGO DE RAMOS

1 - ENTRADA

Ref.: Tu és o rei dos reis: o Deus do céu deu-te reino, força e glória. E entregou em tuas mãos a nossa história: tu és rei e o amor é a tua lei.

1. Sou o primeiro e o derradeiro, fui ungido pelo amor. Vós sois meu povo, eu vosso rei e Senhor redentor.

2. Vos levarei às grandes fontes, dor e fome não tereis. Vós sois meu povo, eu Vosso rei. Junto a mim vivereis!

 

2 – PROCISSÃO

1. Quando Jesus se aproximou de Jerusalém e nela entrou, os amigos seus foram também, multidão em festa assim  cantou:

Ref.: Glória, glória ao Filho de Davi! E aos que perguntam assim: “Quem Ele é?” Se não respondem, as pedras falarão: “Este é o Profeta, Jesus de Nazaré!”

2. Num jumentinho vem Jesus, e não se contém a multidão. Mantos pelo chão: “Eis nosso Rei”, ramos agitando de emoção.

3. Deus nos mandou o nosso Rei! Louvam as crianças com razão: luz, perdão e amor Ele se fez, veio libertar, nos deu a mão!

4. Foi para o templo e se indispõe: câmbio e vendilhões viu por ali; “Casa de oração” – disse Jesus. Covil de ladrões, longe daqui!

5. Muitos tramavam o seu fim. Mas a tarde cai, a noite vem, e Jesus se vai... Mas voltará: quem pode esquecer Jerusalém?

 

3 – PROCISSÃO II

Ref.: Hosana ao Filho de Davi! Hosana ao Filho de Davi! Bendito o que vem em nome do Senhor, Rei de Israel, Hosana nas alturas. Hosana ao Filho de Davi! Hosana ao Filho de Davi! Os filhos dos hebreus com ramos de oliveira, foram ao encontro do Senhor clamando, Hosana nas alturas! Hosana nas alturas!

1. Ao Senhor pertence a terra e sua plenitude, o mundo inteiro com os seus seres que o povoam. Porque Ele a tornou firme sobre os mares, e sobre as águas a mantém inabalável.

2. Quem subirá até o monte do Senhor? Quem ficará em sua santa habitação? Quem tem mãos puras e inocente o coração, quem não dirige sua mente para o crime.

3. Dizei-nos: quem é este Rei da glória? O Senhor Rei da glória, é o Senhor onipotente, o Rei da glória é o Senhor do Universo! O Rei da glória é o Senhor de toda a terra!

 

4 – SALMO RESPONSORIAL 22(21)

Ref.: Meu Deus, meu Deus, por que me abandonastes?

 

5 – ACLAMAÇÃO

Ref.: Salve ó Cristo obediente! Salve amor onipotente, que te entregou à cruz e te recebeu na luz!

1. O Cristo obedeceu até a morte, humilhou-se e obedeceu o bom Jesus, humilhou-se e obedeceu, sereno e forte, humilhou-se e obedeceu até a cruz.

2. Por isso o Pai do céu o exaltou, exaltou-o e lhe deu um grande nome, exaltou-o e lhe deu  poder e glória, diante Dele céus e terra se ajoelhem!

 

Evangelho (Mateus 27, 11-54)

EXPLICAÇÃO DOS SINAIS: N= Narrador; X= Presidente da Celebração; L= leitor; PV= Povo

 

N: Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo Mateus. Naquele tempo, Jesus foi posto diante de Pôncio Pilatos, e este o interrogou:

L: “Tu és o rei dos judeus?”

N: Jesus declarou:

X: “É como dizes” .

N: E nada respondeu, quando foi acusado pelos sumos sacerdotes e anciãos. Então Pilatos perguntou:

L: “Não estás ouvindo de quanta coisa eles te acusam?”.

N: Mas Jesus não respondeu uma só palavra, e o governador ficou muito impressionado. Na festa da Páscoa, o governador costumava soltar o prisioneiro que a multidão quisesse. Naquela ocasião, tinham um prisioneiro famoso, chamado Barrabás. Então Pilatos perguntou à multidão reunida:

L: “Quem vós quereis que eu solte: Barrabás, ou Jesus, a quem chamam de Cristo?”

N: Pilatos bem sabia que eles haviam entregado Jesus por inveja. Enquanto Pilatos estava sentado no tribunal, sua mulher mandou dizer a ele:

L: “Não te envolvas com esse justo! Porque esta noite, em sonho, sofri muito por causa dele”.

N: Porém, os sumos sacerdotes e os anciãos convenceram as multidões para que pedissem Barrabás e que fizessem Jesus morrer. O governador tornou a perguntar:

L: “Qual dos dois quereis que eu solte?”

N: Eles gritaram:

PV: “Barrabás!”

N: Pilatos perguntou:

L: “Que farei com Jesus, que chamam de Cristo?”

N: Todos gritaram:

PV: “Seja crucificado!”

N: Pilatos falou:

L: “Mas, que mal ele fez?”

N: Eles, porém, gritaram com mais força:

PV: “Seja crucificado!”

N: Pilatos viu que nada conseguia e que poderia haver uma revolta. Então mandou trazer água, lavou as mãos diante da multidão, e disse:

L: “Eu não sou responsável pelo sangue deste homem. Este é um problema vosso!”

N: O povo todo respondeu:

PV: “Que o sangue dele caia sobre nós e sobre os nossos filhos”.

N: Então Pilatos soltou Barrabás, mandou flagelar Jesus, e entregou-o para ser crucificado. Em seguida, os soldados de Pilatos levaram Jesus ao palácio do governador, e reuniram toda a tropa em volta dele. Tiraram sua roupa e o vestiram com um manto vermelho; depois teceram uma coroa de espinhos, puseram a coroa em sua cabeça, e uma vara em sua mão direita. Então se ajoelharam diante de Jesus e zombaram, dizendo:

PV: “Salve, rei dos judeus!”

N: Cuspiram nele e, pegando uma vara, bateram na sua cabeça. Depois de zombar dele, tiraram-lhe o manto vermelho e, de novo, o vestiram com suas próprias roupas. Daí o levaram para crucificar. Quando saíam, encontraram um homem chamado Simão, da cidade de Cirene, e o obrigaram a carregar a cruz de Jesus. E chegaram a um lugar chamado Gólgota, que quer dizer “lugar da caveira”. Ali deram vinho misturado com fel para Jesus beber. Ele provou, mas não quis beber. Depois de o crucificarem, fizeram um sorteio, repartindo entre si as suas vestes. E ficaram ali sentados, montando guarda. Acima da cabeça de Jesus puseram o motivo da sua condenação: “Este é Jesus, o Rei dos Judeus”. Com ele também crucificaram dois ladrões, um à direita e outro à esquerda de Jesus. As pessoas que passavam por ali o insultavam, balançando a cabeça e dizendo:

PV: “Tu que ias destruir o Templo e construí-lo de novo em três dias, salva-te a ti mesmo! Se és o Filho de Deus, desce da cruz!”

N: Do mesmo modo, os sumos sacerdotes, junto com os mestres da Lei e os anciãos, também zombavam de Jesus:

PV: “A outros salvou... a si mesmo não pode salvar! É Rei de Israel... Desça agora da cruz! E acreditaremos nele. Confiou em Deus; que o livre agora, se é que Deus o ama! Já que ele disse: Eu sou o Filho de Deus”.

N: Do mesmo modo, também os dois ladrões que foram crucificados com Jesus, o insultavam. Desde o meio-dia até as três horas da tarde, houve escuridão sobre toda a terra. Pelas três horas da tarde, Jesus deu um forte grito:

X: “Eli, Eli, lamá sabactâni?”, que quer dizer:

N: Que quer dizer: “Meu Deus, meu Deus, por que me abandonaste?” Alguns dos que ali estavam, ouvindo-o, disseram:

PV: “Ele está chamando Elias!”

N: E logo um deles, correndo, pegou uma esponja, ensopou-a em vinagre, colocou-a na ponta de uma vara, e lhe deu para beber. Outros, porém, disseram:

PV: “Deixa, vamos ver se Elias vem salvá-lo!”

N: Então Jesus deu outra vez um forte grito e entregou o espírito.

 

(Todos se ajoelham e faz-se uma pausa).

 

N: E eis que a cortina do santuário rasgou-se de alto a baixo, em duas partes, a terra tremeu e as pedras se partiram. Os túmulos se abriram e muitos corpos dos santos falecidos ressuscitaram! Saindo dos túmulos, depois da ressurreição de Jesus, apareceram na Cidade Santa e foram vistos por muitas pessoas. O oficial e os soldados que estavam com ele guardando Jesus, ao notarem o terremoto e tudo que havia acontecido, ficaram com muito medo e disseram:

PV: “Ele era mesmo Filho de Deus!”

– Palavra da Salvação.

AS: Glória a vós, Senhor!

 

ORAÇÃO DA CAMPANHA DA FRATERNIDADE - 2008

Ó  Deus Pai e Criador, em Vós vivemos, nos movemos e somos! Sois presença viva em nossas vidas, pois nos fizestes à vossa imagem e semelhança. Proclamamos as maravilhas de vosso amor presentes na criação e na história. Por vosso Espírito, tudo se renova e ganha vida. Nosso egoísmo muitas vezes desfigura a obra de vossas mãos, causando morte e destruição. Junto aos avanços, presenciamos tantas ameaças à vida. Que nesta Quaresma acolhamos a graça da conversão, tornando-nos mais atentos e fiéis ao Evangelho. Que o compromisso de nossa fé nos leve a defender e promover a vida no seu início, no seu crescimento e também no seu declínio. Vosso Filho Jesus Cristo, crucificado-ressuscitado, nos confirma que o amor é mais forte que a morte. Como seus discípulos queremos “escolher a vida”. Maria, Mãe da vida, que protegeu e acompanhou seu Filho, da gestação à ressurreição, interceda por nós. Amém.

 

6 – OFERTAS

1. Bendito és tu, ó Deus Criador, revestes o mundo da mais fina flor; restauras o fraco que a ti se confia e junto aos irmãos, em paz, o envias.

Ref.: Ó Deus do universo, és Pai e Senhor, por tua bondade recebe o louvor!

2. Bendito és tu, ó Deus Criador, por quem aprendeu o gesto de amor: colher a fartura e ter a beleza de ser a partilha dos frutos na mesa!

3. Bendito és tu, ó Deus criador, fecundas a terra com vida e  amor! A quem aguardava um canto de festa, a mesa promete eterna seresta!

7 – COMUNHÃO

1. Vamos juntos para a mesa, do banquete da aliança, que o  Senhor nos preparou. Esta mesa nos sustenta, nos caminhos da esperança, nas estradas do amor.

Ref.: Entre palmas, Senhor, te aclamamos, celebrando o mistério pascal. Peregrinos na fé, caminhamos, construindo a vitória final.

2. Ó Senhor, criaste a terra, colocaste nela a vida, deste ao povo como herança. Pra teus filhos, tuas filhas, tu sonhaste um paraíso: dom, saudade e esperança.

3. Uma terra sem os males, do egoísmo e violência, da ambição e todo vício, é projeto do teu reino, utopia do teu povo, nosso sonho e compromisso.

4. Tu visitas esta terra, com as chuvas e o orvalho, e com a vida que a invade, mas pra muitos falta o solo; para tantos, o trabalho; falta, enfim, fraternidade.

5. Nesta terra, que é de todos, há indígenas sem rumo, de nações já dizimadas; há sem-terra e sem-teto, sem-saúde e sem-escola; há pessoas mal-amadas.

6. Ó Jesus, a boa nova, semeaste pelas casas, pelos campos e cidades. Convocaste teus amigos, pra contigo construírem, uma nova sociedade.

8 – FINAL - HINO DA CF-2008 – “Escolhe, pois, a vida”

1. Com carinho, desenhei este planeta; com cuidado, aqui plantei o meu jardim. Com alegria, eu sonhei um paraíso, para a vida, dom de amor que não tem fim.

Ref.: Ponho, então, à tua frente dois caminhos diferentes: vida e morte, e escolherás. Sê sensato: escolhe a vida! Parte o pão, cura as feridas! Sê fraterno e viverás.

2. Fiz o homem e a mulher à minha imagem; por amor e para o amor, eu o criei. Com meu povo, celebrei uma aliança. O caminho da justiça eu ensinei.

3. Com tristeza vejo a vida desprezada, nos meus filhos e em toda a natureza. Me entristece tantas vidas abortadas, dói em mim e violência e a pobreza.

4. Pelas margens desta vida há tanta gente que implora por justiça e dignidade. Respeitar, cuidar da vida, é o que te peço; vai! Transforma a tua fé em caridade.

 

 
fonte da notícia: curia diocesana inserido por: Ana Prado
 
Imprimir       enviar para um amigo
 
Veja mais
Reflexão sobre a equipe de liturgia - 12/06/2012
A liturgia, memorial da Páscoa de Jesus, é ação do povo sacerdotal que, como toda a atividade social
Espiritualidade cristã - 04/05/2012
Quando falamos de ‘espiritualidade’ de que estamos falando? ‘Espiritualidade’ diz respeito à vida espiritual. Parte do princípio
Hóstia: o que esta palavra lhe sugere? - 06/02/2012
Certa vez, pensando sobre o "Sacramento da Caridade", me fiz a seguinte pergunta: Por que será que
Epifania: manifestação da ternura de Deus no mundo - 03/01/2012
Vivemos no clima do Natal. A alegria invade nossos corações. Tudo respira festa. As casas, as ruas e as igrejas permanecem
Espiritualidade do músico católico - 21/12/2011
Queria neste artigo, ressaltar alguns pontos importantes referentes à experiência que temos da vivência musical em nossas Igrejas hoje.
ATO DE SE REUNIR - OS RITOS INICIAIS - 05/10/2011
A Igreja se reúne. Quem celebra é a Igreja. Batizados deixam suas ca­sas para celebrar Cristo
Celebração da Palavra de Deus - 01/09/2011
Os padres conciliares, cientes do valor e do significado da palavra de Deus para a vida da
O SILÊNCIO - COMUNHÃO E PARTICIPAÇÃO - 07/07/2011
Um desafio para as equipes de liturgia é o “cultivo da experiência do silêncio”. Após 40 anos de renovação litúrgica,
A mística do tempo próprio - 03/05/2011
Embora qualquer tempo seja tempo para orar e celebrar, há tempos especiais, estabelecidos pela tradição.
A MÍSTICA DOS GESTOS E AÇÕES SIMBÓLICAS - 11/04/2011
A expressão mais forte, mais central, mais profunda de nossa relação com Deus, por Jesus Cristo, no Espírito Santo, é a ceia do
ANO LITÚRGICO - 11/04/2011
O Ano Litúrgico não apenas recorda as ações de Jesus Cristo, nem somente renova a lembrança de ações passadas, mas sua
A MÍSTICA DA ORAÇÃO LITÚRGICA - 05/03/2011
O diálogo entre o Senhor e o seu povo passa-se em clima de profunda oração. A comunidade ...
Letra dos cantos para a Quaresma 2011 - 04/02/2011
Confira aqui os cantos para a Campanha da Fraternidade 2011
A mística da palavra na reunião litúrgica - 04/02/2011
Reunidos, de que maneira fazemos memória de Jesus? Em primeiro lugar ouvimos e interpretamos os textos bíblicos, a
A mística da reunião litúrgica - 31/12/2010
É domingo, dia do Senhor. Uma por uma, ou em pequenos grupos, as pessoas chegam para a
Domingo da alegria - 14/12/2010
No domingo quer passou celebrou-se na liturgia católica o “Domingo Gaudete”. Uma antiga tradição tomou o verbo
Voltando ao início - 07/12/2010
Voltemos à descrição da vida cristã nos Atos dos Apóstolos[1]. A vida no Espírito, que leva os cristãos a crescer na intimidade
Coroa do advento - 24/11/2010
Você conhece a Coroa do Advento? Sabe o seu significado?
Espiritualidade Cristã - 05/11/2010
Quando falamos de ‘espiritualidade’ de que estamos falando? ‘Espiritualidade’ diz respeito à
Lugar da liturgia na espiritualidade cristã - 04/10/2010
Com tantas propostas de espiritualidade hoje em dia, será que é o caso de apresentar "mais uma"? Em toda a trajetória do povo de
Eucaristia e vocação - 06/09/2010
Segundo um dicionário da Língua Portuguesa, liturgia é: "complexo de cerimônias
Discípulos e discípulas de Jesus - 09/08/2010
Na passagem da última ceia, Lucas menciona as seguintes palavras de Jesus: “Desejei muito comer com vocês esta ceia pascal, antes
Ritos Finais - 05/07/2010
A conclusão da celebração eucarística se dá com os ritos finais: avisos da comunidade, bênção final e despedida.
COMUNHÃO SOB DUAS ESPÉCIES - 05/05/2010
Francisco Barreto pergunta: Por que só o padre e as demais pessoas do altar comungam em duas espécies, pão e vinho, e a
Fração do Pão - 05/04/2010
A saudação da paz pode ser realizada em outro momento da celebração: antes da preparação da mesa no início da liturg
Cantos para a Solenidade da Santíssima Trindade - 03/06/2009
Confira os cantos para a Solenidade da Santíssima Trindade...
Cantos para a Ascensão do Senhor - 19/05/2009
Cantos para a Solenidade da Ascensão do Senhor...
Procissão de entrada - 29/04/2009
Inicia-se a missa com a procissão de entrada. O documento 43 da CNBB, sobre a animação da vida litúrgica no
Cantos para o Tempo Pascal - Ano B - 20/04/2009
Confira os Cantos para o Tempo Pascal do Ano B, sugestões...
Cantos para a Semana Santa 2009 - 08/04/2009
Confira os cantos para a Semana Santa 2009
O altar no centro das atenções - 07/04/2009
Ao entrarmos numa igreja, para onde se voltam nosso olhar e nossa atenção? Algumas pessoas se dirigem
Liturgia nos escritos do Apóstolo Paulo - 05/03/2009
A palavra “liturgia” é uma palavra grega. Na língua grega ela tem a ver, no fundo, com “prestação de serviço”, serviço
Cantos da Quaresma e CF-2009 - 16/02/2009
Confira os cantos da Campanha da Fraternidade de 2009...
Cantos para o Tempo Comum - 09/01/2009
Confira letras dos cantos para o tempo comum e os sites das partituras...
A liturgia formadora de missionários - 01/10/2008
"A missão da Igreja está em continuidade com a de Cristo: 'Como o Pai me enviou, também eu vos envio' (Jo 20,21). Por
Catequese e liturgia - 08/08/2008
O que fazer para que haja uma profunda ligação entre liturgia e catequese?
Liturgia: como uma casa - 07/07/2008
Por isso, tanto na preparação como durante a celebração, cada momento deve vir entranhado de atitude orante, de carinhosa
Partituras - 29/05/2008
Músicas Litúrgicas e Salmos...
Cantos para o Tempo Comum - 08/05/2008
Veja os cantos para o Tempo Comum...
O que descobri quando fui à missa - 01/04/2008
Lá, Cristo está sentado à direita do Pai, ministro do santuário e do tabernáculo verdadeiro; com toda milícia do exército celestial
O espaço na Liturgia - 01/04/2008
O BELO é. Ele está presente na liturgia. Vamos encontrá-lo na vida concreta, no ritual, na tradição, nas origens. Mas ele está
Cantos para o Tempo Pascal - 01/04/2008
Cantos do CD Liturgia XVI - Tempo Pascal Ano A - Paulus
Missa é como um poema - 01/04/2008
A arte a gente não entende. Fé a gente não entende. É algo dirigido à terceira margem da alma, ao sentimento, à
Quarta feira de cinzas - 06/02/2008
Que é importante cultivar na comunidade e nas celebrações, no tempo da Quaresma?
Cantos para a Quaresma - Ano A - 2008 - 01/02/2008
Confira os cantos litúrgicos e o Hino da CF-2008 para o Tempo da Quaresma...
Orientações litúrgico-pastorais para o Ciclo pascal - 01/02/2008
Quarta Feira de Cinzas e Sexta Feira Santa são dias de JEJUM e ABSTINÊNCIA. Cf. as orientações no Diretório para a Liturgia.
Cantos para o Tempo Comum - 21/01/2008
Confira as letras dos cantos litúrgicos Do Tempo Comum Ano A
Cantos para a Solenidade da Santíssima Mãe de Deus - 20/12/2007
Solenidade do dia 01 de janeiro...
O Advento se aproxima - 07/11/2007
Quais são as práticas religiosas mais comuns no tempo do Advento?
O lugar de Maria na Liturgia - 01/10/2007
Qual a compreensão que você tem sobre o lugar de Maria na obra da redenção?
Porque nos reunimos para celebrar - 01/09/2007
Como deveria ser a celebração de uma assembléia litúrgica comprometida com a vida?
O canto e a música no tempo do Ano Litúrgico - 07/08/2007
Embora sabendo que, ao longo de todo o ano litúrgico, a Igreja celebra o mesmo mistério de Cristo - por exemplo: No ciclo do
Cantos - Solenidade da Assunção de Nossa Senhora - 21/07/2007
Veja aqui cantos para a Solenidade da Assunção de Nossa Senhora do CD Festas Litúrgicas III da Paulus
Cantos para a Missa de São Pedro e São Paulo - 06/06/2007
Veja os cantos para a Solenidade de São Pedro e São Paulo que será celebrada no dia 01 de julho deste ano.
Cantos para a Missa de São João Batista - 06/06/2007
Confira os cantos para o Solenidade de São João Batista dia 24/06/2007
Cantos para o Tempo Comum - 06/06/2007
Sugestões de cantos litúrgicos para o Tempo Comum, que recomeça neste dia 09/06/2007
Artigo sobre música - 30/05/2007
necessidade de conhecermos profundamente a liturgia, e a função ritual de cada canto ou peça musical...
O Espírito canta em nós - 05/05/2007
Depois, não vale escolher qualquer música para cantar na liturgia.
Cantos para Ascensão e Pentecostes - 23/04/2007
Confira alguns cantos para estas celebrações
O sentido de um hino chamado Glória - 29/03/2007
Nele está contido o louvor, a aclamação e a súplica.
Cantos para a Páscoa - 22/03/2007
Confira os cantos para o Tempo Pascal...
Cantos para a Semana Santa - 20/03/2007
Confira os cantos para a Semana Santa...
Aprendendo liturgia - 13/03/2007
Dizer o nome de quem vai fazer as leituras na liturgia?
Elementos fundamentais de um espaço litúrgico - 29/01/2007
É na celebração da divina Liturgia que temos um dos lugares mais excelentes
Cantos para o dia 02 de fevereiro - Apresentação do Senhor - 23/01/2007
Cantos para a Apresentação do Senhor...
Cantos da Campanha da Fraternidade 2007 - 16/01/2007
Cantos para o tempo da Quaresma...2007
O Sinal da Cruz na Liturgia - 30/11/2006
O sinal-da-cruz no início da Liturgia é também uma ação ritual litúrgica...
Cantos para o tempo do Natal - 22/11/2006
Veja os cantos litúrgicos que serão usados a partir do dia 24 de dezembro...
Cantos para o Advento - 21/11/2006
Veja os cantos do Tempo do Advento, que se inicia neste dia 03 de dezembro...
Comemoração dos fiéis defuntos - 31/10/2006
É esta a vontade de quem me enviou: que eu não perca nenhum dos que ele me deu, mas que eu os ressuscite no último dia.
CANTOS PARA A SOLENIDADE DE TODOS OS SANTOS - 28/10/2006
cantos para a Solenidade de Todos os Santos...
CANTOS PARA O DIA 12 DE OUTUBRO - MÃE APARECIDA - 03/10/2006
Tu és bendita sobre todas as mulheres, foste escolhida para mãe do Salvador, tu
CANTOS PARA O MÊS DE OUTUBRO - 02/10/2006
Venham trabalhar na minha vinha, dilatar meu reino entre as nações. Convidar meu povo ao
SUGESTÕES DE CANTOS PARA O MÊS DE SETEMBRO - 30/08/2006
Sugestões de Cantos para o mês de setembro

Orações
Pesquisa no Site
Boletim Diocese
Cadastre-se para receber o informativo da Diocese
Remover Cadastrar
 

Web Véritas